Artigos em destaque

Últimos Artigos

Busque por data:

Desequilibrio Muscular

23/08/2017 11:18:33

Leandro Marques de Moraes

Desequilibrio Muscular

 

Este é um daqueles assuntos que passa despercebida à maioria da população, mesmo para aquelas pessoas que tem o hábito de frequentar a academia e fazem o seu treino de musculação já há alguns anos. Até podem perceber que devem treinar os diferentes segmentos corporais alternadamente, mas provavelmente ainda não refletiram sobre a importância do equilíbrio no treino dos mesmos.

 

My Image

Numa sociedade cada vez mais sedentária, pelas mais variadas razões, assumimos no nosso quotidiano quase sempre as mesmas posturas e movimentamo-nos freqüentemente nos mesmos planos. Muitas dessas vezes porque a nossa rotina assim nos obriga, o que nos leva a sentir dor e desconforto em determinadas zonas do nosso corpo ou até a estados patológicos mais avançados. Atividades como por exemplo, conduzir, estar horas sentado em frente a um computador, às refeições, pegar o nosso filho ao colo, abrir/empurrar uma porta, etc, levam-nos a perguntar, o que é que estas atividades têm em comum?

A resposta mais óbvia será que estas atividades nos levam a assumir uma postura incorreta durante o nosso dia. Neste caso, o plano frontal, que de uma forma generalizada, divide o nosso corpo em duas metades, a metade anterior, que representa todo o movimento realizado á  nossa frente (ex. levantar, chutar, empurrar) e a metade posterior que por sua vez representa os movimentos promovidos pela cadeia muscular que se encontra atrás de nós (ex. puxar, flexão do joelho).

Assim sendo, começamos a perceber que praticamente tudo o que fazemos no nosso dia-a-dia se encontra na nossa cadeia muscular anterior, ou seja, á nossa frente e a nossa cadeia posterior é praticamente negligenciada. Este fato vai originar desequilíbrios entre músculos com ações antagônicas, e conseqüentemente levará ao aparecimento de dor na zona e ações exercidas pelos músculos mais enfraquecidos. Por isso a força entre músculos com ações contrárias deve ser o mais equilibrado possível, mas como fazemos isso se na maioria do nosso tempo somos “obrigados” a estar sempre no mesmo registro de movimento? Mais uma vez, uma pergunta de fácil resposta, exercício físico!

É tudo uma questão retórica “quão saudável quero ser?” Assim como escolhemos aquilo que comemos, escolhemos também a postura que queremos assumir.

Ficou curioso como melhorar seu equilíbrio muscular? Vem pra RANC!